Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento. Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

ACARIÇOBA MIUDA

Hydrocotyle asiática

Planta de origem africana, comum nos jardins do Rio de Janeiro, é uma planta que dizem ser tóxica , mais que pode ser usada em casos de doenças de pele.

Descrição : Planta da família das Apiaceae.

Herbácea rasteira, com grandes folhas longipecioladas, crespas, petaladas, e inflorescência ramosa, flores esbranquiçadas, frutos pequeninos, com duas sementes dentro, em forma de cápsula chata.

Partes usadas : Toda planta.

Habitat : É comum no Rio de Janeiro, e segundo Barbosa Rodrigues a planta cresce espontaneamente nos lugares úmidos e sombrios. No Jardim Botânico do Rio de Janeiro há vários exemplares.

É também conhecida na África e na Ásia pelos mesmos nomes vulgares.

Encontrada em todas as regiões quentes do mundo e floresce em setembro (no Brasil).

Origem : O gênero inclui aproximadamente 20 espécies de pequenas ervas perenes que medram na África Meridional e na maioria das partes das regiões tropicais.

Propriedades : Calmante, diurético, hipotensor, tônico cerebral, aperiente, desobstruente, emética, (em dose elevada), tônica.

Indicações : O decocto da raiz usa-se para afecções do baço, fígado e intestino, diarreia, hidropisia, reumatismo, sífilis.

Das folhas não se faz uso interno, afirma-se que são venenosas.

Exteriormente se usa o decocto da planta toda para combater as sardas e outras manchas dérmicas, masticatório, erisipelas, escrófulas, sífilis, morfeia, afecções tuberculosas.

Modo de Usar :

Cremes ou pomadas ou ingeridas as folhas secas complementando o tratamento da pele.

Usar apenas com acompanhamento médico. Em caso do uso de comprimidos não ultrapassar a dose de 1 gr por dia.

O suco da planta: sardas e outras manchas dérmicas.

Preparada em pasta, serve como masticatório.

Toxicologia : Em doses elevadas produz sintomas de envenenamento, como atordoamento, vacilações dos membros, enfraquecimento, cefalalgia e sono.

É um veneno narcótico, acre, próximo da Cicuta, pelo que a dose deve ser mínima e com cuidado.

Consumo excessivo pode provocar enxaquecas, essa erva também é proibida em alguns países.

Veja também :

Embrafarma - Pharmaceutical Expertise - Ficha Técncica sobre a Centelha Asiática.

Terapias Complementares, uma visão holística da centelha asiática.

Acariçoba Miúda


Dieta  de 21 dias