Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento.Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

ALHO PORÓ E SUAS PROPRIEDADE

Allium porrum

Essa hortaliça muito usada na culinária francesa é uma boa fonte de vitaminas e sais minerais, é usada medicinalmente para prevenir a pressão alta e a arteriosclerose.

Descrição : Planta da família das Liliacea, também conhecida como porró, alho francês.

É uma herbácea anual que pertence a mesma família das cebolas e dos alhos.

Cresce de 40 a 60 cm, com diâmetro de 3 a 6 cm.

Folhas largas que se sobrepõem até formar um talo redondo, que no contato com a terra torna-se bojudo.

O caule é um bulbo alongado, de cuja base muito Intumescida saem às folhas alternas, compridas, invaginantes, de cor verde escuro.

Flores róseas, lilases ou brancas que surgem em uma haste e são envolvidas por uma espata.

O fruto é uma cápsula triangular com 3 divisões, contendo 2 sementes escuras, achatadas e enrugadas, cada, possui odor picante.

Partes utilizadas : Bulbo.

Indicações: Reduz pressão alta e previne arteriosclerose. Auxilia a dissolução de cálculos renais. Tem efeito tônico sobre pessoas enfraquecidas. Previne gripes e resfriados, poderoso desinfetante, ajuda na expulsão dos vermes.

Plantio : Reproduz-se por sementes. São geralmente semeados em canteiros, em estufas, dos quais se retiram as mudas. Existe um conjunto de variedades particularmente adaptadas ao frio e que se mantêm prontas para consumo durante o inverno. É mais resistente à geada que a cebola. A planta adapta-se facilmente a qualquer tipo de solo, ainda que prefira solos pouco ácidos ou sensivelmente neutros. É aconselhável também que o solo seja bem drenado.

Habitat: Originário da Europa e Ásia, é comumente encontrado no sudeste do Brasil em feiras livres e supermercados.

História: Uso pela população europeia tradicionalmente para várias afecções. O alho-porro era já utilizado pelos antigos Egípcios, Gregos e romanos que depois levaram o vegetal a diversas partes da Europa.

É um dos símbolos nacionais do País de Gales, fazendo parte dos rituais do dia de São David, altura em que é tradição os galeses envergarem a planta. De acordo com a mitologia do País de Gales, São David ordenou aos seus soldados galeses que envergassem a planta nos seus elmos numa batalha contra os Saxões que teria ocorrido num campo de alhos-porros.

Plantio : É cultivado em áreas temperadas para frias, em solo de baixa acidez, areno-argiloso, fofo e fértil. Também conhecido como.

Alho Porró

Princípios ativos: Mucilagens; Sais minerais: ferro, enxofre cobre; Vitamina C, B1 e E; Celulose: Proteínas: açúcares; Pectina Alicina, officinalis; Ácidos orgânicos: esteárico, linoleico, palmítico.

Dosagem: Infuso: 5 gramas em 1 copo de água fervente por 5 minutos. Adultos: 1 bulbo fatiado em infuso até 3 vezes ao dia, com intervalos menores que 12hs.

Modo de usar: conservas, cozidos vegetais, suflês, sopas, sopas desidratadas, misturas condimentares em pó, prato principal com molhos especiais;

- Infusão de 5 gramas em 1 copo de água fervente por 5 minutos.

- Decocção de um bulbo em 250 ml de água fervente por 10 minutos: diurético (evita cálculos renais).

Contras indicações/cuidados: pessoas com úlceras gastroduodenais, gastrite e fraqueza estomacal; nutrizes pois impregna o leite e pode causar cólicas nos bebês. As sementes podem provocar hemólise.


Dieta  de 21 dias