Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento.Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

AMOREIRA

Alorus alba

O gênero morus é o nome das árvores caducifólias, conhecidas por amoreiras, nativas das regiões temperadas e subtropicais da Ásia, com muitas propriedades medicinais.

Descrição : Planta da família das Moraceae, também conhecida como morera.

Árvore que pode atingir até 1 metros de altura.

Seu fruto é de cor vermelho escura, quase preta. É de sabor ácido agradável e de forma mais ou menos oval.

Origem : Pérsia, espontânea no Brasil.

Parte utilizada: Raiz, casca, folhas, frutos.

Princípios Ativos: taninos , carbonato de cálcio.

Propriedades medicinais: Antidiaréica, anti-hipertensivo, antitussígeno.

Indicações: diarreia, hipertensão, inflamações na laringe e faringe.

Modo de usar:

-infusão de 5 g de folhas frescas em 1/2 litro de água. Coar e deixar esfriar. Tomar várias vezes ao dia: hipertensão; diarreia: 100 g de amoras brancas antes de madurar

-xarope. xarope: espremer frutos já maduros e juntar o dobro em peso de açúcar. Colocar no fogo e mexer até ferver e homogeneizar. deixar esfriar, colocar em um vidro tampado. Usar em gargarejos, diluindo duas colheres de sopa do xarope em meio copo de água morna. Pode-se beber metade desta mistura (equivalente a uma colher de sopa do xarope): inflamação na garganta, laringe e traqueia.

Amoreira

Dieta  de 21 dias