Relação das obras consultadas na construção desse site. Guia com algumas doenças e suas ervas respectivas para tratamento.Receitas de chás terapêuticos. Receitas de remédios naturais  produzidos com ervas. mande-nos um e-mail Compre o nosso e-book exclussivo

ARNICA SILVESTRI

Solidago microglossa

Essa planta apresenta atividade antimicrobiana devido ao seu extrato de metanol, e são mundialmente reconhecidas por suas propriedades medicinais, como, anti-inflamatórias, antimicrobianas e analgésicas.

Descrição : Planta da família das asteracea, também conhecida como arnica silvestre, arnica de terreiro, erva lancenta e espiga de ouro.

Planta herbácea perene, rizoma cilíndrico, curto, nodoso, diagonal ascendente em 1 caule simples, pubescente e ereto com até 1,2 metros de altura; numerosas folhas sésseis, ascendentes, lineares, alternadas, lanceoladas, de 5 à 10 centímetros de comprimento e 1 a 2 centímetros de largura inteiras ou pouco denteadas; flores tubulares amarelo-ouro, pequenas, reunidas em panículas piramidais apicais de mais de 16 centímetros de comprimento com 20 ou 30 unidades. As flores tem pedicelos, involucro campanular, brácteas firmes e glabras.

O fruto e um aquênio de 1 mm de comprimento; Toda a planta exala aroma suave. Reproduz-se por sementes e pela expansão de seus rizomas profundos, invasores.

Habitat: É natural do Brasil, ocorrendo no centro, sul, sudeste e nordeste.

História: E usado pela população cabocla e na medicina popular como substituta da Arnica Europeia, ha séculos.

Propriedades : Estomáquica, adstringente, cicatrizante e vulnerária.

Indicações : Ferimentos, escoriações, traumatismos, contusões.

Princípios Ativo : Partes aéreas: quercitrina, um flavonoide glicosídico, taninos , saponinas, resinas, óleo essencial. Raízes: diterpenos inulina e rutina, ácido quínico, ramnosídeos, ácido cafeico, clorogênico, hidrocinâmico e seus derivados

Modo de Usar : Apesar de não terem sido ainda comprovadas cientificamente a eficácia e a segurança no emprego desta planta, sua utilização vem sendo feita com base na tradição popular de uma maneira crescente.

É empregado externamente no tratamento de ferimentos, escoriações, traumatismos e contusões em substituição a Arnica Montana L.

Dosagem indicada : Tratamento de traumatismos e contusões. Aplicação direta sobre a área afetada com auxílio de um pedaço de algodão ou compressas embebidos na tintura ou maceração em álcool de suas folhas e rizomas.

Posologia:

Adultos: 10 a 20ml de tintura divididos em 2 ou 3 doses diárias, diluídos em água; 4g de planta fresca (1 colher de sopa para cada xícara de água) em infuso até 3 vezes ao dia, com intervalos menores que 12hs; A tintura ou o infuso pode ser usado externamente como compressas ou friccionados diretamente sobre as áreas afetadas;

Crianças usam doses fracionadas em 1/3 ou 1/2 , topicamente.

Toxicologia : Por ser considerada tóxica , seu uso interno só deve ser feito com estrita indicação e acompanhamento médico.

Precauções: Preferir a planta fresca.

Efeitos colaterais: As espécies de Solidago do hemisfério norte, de princípios ativos muito semelhantes. Podem causar reações alérgicas e efeitos colaterais gastrintestinais quando utilizadas secas.

Devido à peculiaridade de suas flores, a planta seca pode acumular fungos, parasitas e poeira, o que aparentemente é a causa das reações adversas.

Farmacologia : Não foram encontrados relatos de estudos comprobatórios das atividades farmacológicas;

As espécies de Solidago do Canadá e Europa, têm descrição botânica muito semelhante à espécie brasileira, mas também não apresentam dados mais consistentes.

O uso da planta conta com a chancela do governo americano, embora suas indicações não sejam as mesmas.

Arnica Brasileira

Dieta  de 21 dias