O Maravilhoso Poder da Margarida Branca

O Maravilhoso Poder da Margarida Branca

A margarida branca tem sido associada ao amor, à pureza e à inocência desde o início dos tempos. Apesar de ser uma das flores mais simples, ela possui um poder mágico que é capaz de transformar nossas vidas. Neste artigo, vamos explorar as propriedades curativas, espirituais e energéticas da margarida branca e descobrir como ela pode nos ajudar a alcançar a harmonia e o equilíbrio em nossas vidas.

Tabela sobre Margarida Branca

Conteúdo

Característica Descrição Propriedades
Nome Margarida Branca Bellis Perennis
Família Asteraceae
Parte Utilizada Capítulos florais e folhas
Princípios Ativos Ácidos orgânicos, antocianosídeos, beta-sitosterol, óleos essenciais, pigmentos, princípios amargos, resina, saponosídeos, saponinas, substâncias mucilaginosas e taninos
Propriedades Adstringentes, anti-inflamatórias, antitussígenas, calmantes, depurativas, diuréticas, emolientes, expectorantes, fortificantes, hemostáticas, sudoríficas e vulnerárias Citostáticas (opcional)
Indicações Abscessos, asma brônquica, astenia, bronquite crônica, catarros das vias respiratórias, catarros do estômago e intestinos, doenças do peito, dores nas articulações e de gota, edemas, esgotamento nervoso, febre, feridas secundárias, furúnculos, gota, gripe, inflamação, olhos doloridos ou lacrimejantes, resfriados e reumatismo Redução de equimoses e tumores; tratamento de úlceras dérmicas e veias varicosas
Contraindicações Gastrite e úlcera gastroduodenal

O Maravilhoso Poder da Margarida Branca

A Margarida Branca (Bellis Perennis) é uma planta medicinal pertencente à família Asteraceae, também conhecida como margarida-comum, bela-margarida, bonina, bonita, mãe-de-família, margarida-rasteira, margaridinha; aedmokraska obycajna (eslovaco), chirivita, margarita menor e maya. A parte utilizada da planta são os capítulos florais e as folhas, que possuem princípios ativos como ácidos orgânicos, antocianosídeos, beta-sitosterol, óleos essenciais, pigmentos, princípios amargos, resina, saponosídeos, saponinas, substâncias mucilaginosas e taninos.

Esta planta possui diversas propriedades medicinais, tais como adstringentes, anti-inflamatórias, antitussígenas, calmantes, depurativas, diuréticas, emolientes, expectorantes, fortificantes, hemostáticas, sudoríficas e vulnerárias. Alguns autores também afirmam que ela possui propriedades citostáticas.

A margarida branca é indicada para tratar diversas doenças, como abscessos, asma brônquica, astenia, bronquite crônica, catarros das vias respiratórias, catarros do estômago e intestinos, doenças do peito, dores nas articulações e de gota, edemas, esgotamento nervoso, febre, feridas secundárias, furúnculos, gota, gripe, inflamação, olhos doloridos ou lacrimejantes, resfriados e reumatismo. Ela também pode ser usada para reduzir equimoses e tumores e tratar úlceras dérmicas e veias varicosas.

No entanto a margarida branca é contraindicada para pessoas com gastrite e úlcera gastroduodenal. Por isso é importante tomar alguns cuidados ao usá-la.

Como usar a Margarida Branca?

A margarida branca pode ser usada de diversas formas: compressas das folhas e/ou capítulos florais amassados com manteiga nova sem sal aplicadas no lugar da dor; infusão de 15 g de capítulos florais secos e/ou folhas em 500 ml de água por vinte minutos ou macerado a frio; infusão de 20 g de flores em 1 litro de água fervente; emplastro de folhas e flores amassadas sobre uma gaze; infusão para uso externo de 50 gramas de flores e folhas em 1 litro de água fervente; uma colher de sobremesa de flores secas em um copo de água. A quantidade recomendada varia entre 2 a 4 chávenas por dia ou 1 a 2 xícaras ao dia ou 2 a 3 vezes ao dia depois das refeições.

FAQ

Quais as propriedades medicinais da margarida branca?

A margarida branca possui propriedades medicinais adstringentes, anti-inflamatórias, antitussígenas, calmantes, depurativas, diuréticas, emolientes, expectorantes, fortificantes, hemostáticas, sudoríficas e vulnerárias (cicatrizantes). Alguns autores também afirmam que ela possui propriedades citostáticas.

Quais doenças a margarida branca pode tratar?

A margarida branca é indicada para tratar abscessos, asma brônquica, astenia, bronquite crônica, catarros das vias respiratórias (facilitando a expectoração), catarros do estômago e dos intestinos, doenças do peito, dores nas articulações e de gota, edemas, esgotamento nervoso, febre, feridas secundárias, furúnculos, gota, gripe, inflamação (boca, faringe e garganta), olhos doloridos ou lacrimejantes (reduzindo as perturbações ligadas a desarranjos intestinais e erupções cutâneas), resfriados e reumatismo. Ela também pode ser usada para reduzir equimoses e tumores e tratar úlceras dérmicas e veias varicosas.

Quais cuidados devem ser tomados ao usar a margarida branca?

A margarida branca é contraindicada para pessoas com gastrite e úlcera gastroduodenal. Por isso é importante tomar alguns cuidados ao usá-la.

Deixe um comentário