Saiba o que são os chás antifúngicos e quais os seus efeitos!

Saiba o que são os chás antifúngicos e quais os seus efeitos!

Conhecer e entender qual é a utilidade dos chás antifúngicos é uma tarefa que a medicina avança diariamente devido a grande possibilidade de benefícios, já que optar por curas naturais é sempre uma boa opção.

Apesar de muitas dessas bebidas oferecerem muitos ganhos para quem as consome, você conhece quais são os possíveis efeitos colaterais dos chás antifúngicos? Se ficou curioso a respeito da pergunta, está no lugar certo pois neste texto vamos definir do zero o que são essas bebidas e quais são os seus efeitos possíveis.

O que é um chá antifúngico?

Conteúdo

É preciso primeiro entender qual seria a principal ideia por trás dos chás antifúngicos. Como o próprio nome sugere, eles são bebidas formuladas à base de plantas que possuem propriedades que combatem doenças causadas por fungos.

No Brasil as pesquisas de chás antifúngicos costumam se guiar para o combate de uma doença muito conhecida chamada de candidíase, já que a cada ano surgem 2 milhões de casos em média.

Quais são as principais ervas usadas em chás antifúngicos?

O nome antifúngico pode parecer esquisito e até faz parecer que nada no mercado pode ter essa propriedade, não? Porém, observe a lista abaixo com as 5 plantas mais comuns de se encontrar no mercado com essas propriedades:

  • Camomila;
  • Canela;
  • Gengibre;
  • Alho;
  • Cravo;

Percebe que todas as plantas da lista são fáceis de utilizar e de encontrar, além de não serem tão caras? Apesar disso, com as várias pesquisas feitas pelos cientistas, há a descoberta de várias outras plantas com as mesmas propriedades antifúngicas como o alecrim, Pau d’arco (ipê) entre muitas espalhadas pelo mundo.

Como o chá antifúngico funciona?

O funcionamento dos chás antifúngicos é um ponto bem interessante de se observar, pois após um tempo depois de consumidos, eles começam a agir no organismo através do fortalecimento do sistema imunológico (responsável pelas defesas do corpo humano) e a depender da erva escolhida pelo consumidor, os efeitos dela são acrescentados.

Um exemplo seria pensar em uma pessoa que está contaminada com uma doença causada por fungo (pode ser a própria candidíase) e resolve beber um pouco do chá de camomila pois ela descobriu através da leitura de um artigo que ela tem propriedades que combatem a doença. Além de diminuir o efeito da candidíase, a pessoa teria os efeitos calmantes e analgésicos da camomila e assim por diante.

Quais são os possíveis efeitos colaterais do chá antifúngico?

Apesar de oferecerem muitos benefícios ao organismo humano, os chás antifúngicos podem causar efeitos colaterais caso não sejam consumidos corretamente. O efeito colateral vai variar de acordo com a erva que foi utilizada e, por isso, a variedade pode ser grande.

A camomila, por exemplo, que citamos anteriormente, em altas quantidades é capaz de gerar problemas como sonolência, vômitos e náuseas. A canela, por sua vez, em dosagens descontroladas gera quedas de pressão, instabilidade do sistema intestinal e até descontrole da glicemia. Por isso, atenção!

Como tomar o chá antifúngico?

Por fim, vamos falar a respeito sobre o modo de se consumir corretamente os chás antifúngicos. A maioria desses chás são muito fortes e, por isso, não devem ser ingeridos em quantidades muito exageradas, conforme dissemos anteriormente. Escolha uma das plantas que citamos na lista e beba no máximo 3 xícaras diariamente (pode ser até 2 que os efeitos também vão aparecer). 

Caso você tenha uma condição de saúde específica, um problema intestinal ou outras questões próprias de seu organismo, consulte o seu médico para saber se a bebida não causará efeitos colaterais.

A partir de tudo que dissemos, você percebeu quais são os benefícios dos chás antifúngicos e como fazer uso deles corretamente. Compartilhe este texto em suas redes sociais para colaborar com a divulgação e fique à vontade para navegar em outras postagens aqui deste site.

Deixe um comentário